De outros

Como se alimentar de maneira saudável na estrada


Blogueiros viajando de carro fazem um tour para encontrar mordidas saudáveis ​​nos EUA

Abaixe os Twizzlers, Pringles e 5-Hour Energy Shots - lá é uma maneira de fazer um viagem saudável.

Dois blogueiros, Andy e Alli, pegaram a estrada na semana passada para obter informações privilegiadas sobre restaurantes saudáveis ​​e lanches, e encontraram joias escondidas em sua viagem. Durante a jornada, eles foram até alguns restaurantes favoritos dos fãs - Mill Valley Kitchen e Common Roots Cafe em Minneapolis, Karyn's on Green e Freshii em Chicago, St. Louis 'Green Bean Salads e Eden Alley Café em Kansas City, Missouri - e documentou suas descobertas. Agora, seus conselhos e dicas estão Eatbetteramerica.com, um site patrocinado pela General Mills para incentivar uma alimentação saudável.

Então, como tornar uma viagem menos uma farra de frituras e mais uma experiência de alimentação saudável (mas satisfatória)? Suas dicas:

Faça uma grande refeição antes de pegar a estrada. Abastecer (ei, trocadilho!) Antes manterá o desejo de comer lanches sob controle. Não sinta que terá que sofrer durante a viagem sem nenhum tipo de comida no carro - é só pegar uma batata frita alternativa, como ovos cozidos ou queijo ralado.

Não tenha medo de trocar na lanchonete. Existem alguns surpreendentemente opções saudáveis na janela do drive-thru. Você sabe quais alimentos evitar, por exemplo, batatas fritas, mas você pode fazer até o hambúrguer mais insalubre uma aposta mais segura, pedindo sem pão, sem maionese, etc.

Faça ioga na estrada. Não, realmente - mesmo alguns movimentos simples no carro (ou seja, respiração tântrica) pode ajudá-lo a lidar com a raiva no trânsito e a se sentir mais saudável enquanto dirige.


11 regras para uma alimentação saudável na estrada

Quer você esteja saindo para uma viagem de negócios ou férias com sua namorada, sua dieta pode dar um mergulho. Entre paradas em fast food, grandes refeições em restaurantes e uma atitude geral de "eu-posso-comer-qualquer", o resultado geralmente é um pudim de férias que dura mais tempo do que você deseja. Siga estas orientações alimentares e você se divertirá na estrada, sem as consequências de longa data.

1. Planeje com antecedência.
Pacote inteligente. Isso significa estocar alimentos adequados para viagens que são densos em nutrientes, não perecíveis e têm calorias sustentáveis, diz Rikki Keen, R.D., diretor de nutrição esportiva do Florida Hospital e consultor de atletas da NFL. Encha suas sacolas com lanches como carne seca, pedaços de chocolate amargo, nozes e pacotes individuais de manteiga de amendoim. Keen faz com que seus jogadores de futebol carreguem Barras de Homem das Cavernas porque são feitas principalmente de ingredientes saudáveis, como nozes, sementes e frutas secas.

2. Saiba para onde está indo.
Quando você estiver em uma nova cidade ou na estrada, evite parar na primeira lanchonete fast-food que vir assim que tiver fome. Keen recomenda o uso de um aplicativo como o AroundME enquanto você está a caminho do destino. Ele permitirá que você localize cadeias de restaurantes mais saudáveis, como Chipotle ou Sweet Tomatoes. (Aqui estão 4 cadeias que consertam fast food.)

3. Coma a cada 2 a 3 horas.
Não precisa ser muito - apenas um punhado de nozes ou frutas secas. Isso evita uma situação de cachorro-quente com tanta fome que comeu um posto de gasolina, diz Keen.

4. Leve seus verdes.
Olha, você provavelmente está mais focado em comer aquela famosa churrascaria do que em obter sua cota de sete porções de frutas e vegetais por dia, diz Mike Roussell, Ph.D., A saúde dos homens consultor de nutrição. Se for esse o caso, Roussell sugere trazer verduras em pó como Amazing Grass 'Amazing Meal para o passeio. Você pode comprar frutas e vegetais liofilizados em pequenos pacotes ou a granel e, misturá-los com smoothies ou farinha de aveia no café da manhã.

5. Estourar um suplemento importante.
Roussell recomenda tomar melatonina se você estiver viajando em outros fusos horários para ajudar a acertar o relógio interno mais rapidamente, para que você se aclimate melhor com o novo local. Do ponto de vista da perda de peso, um bom sono é a chave: Um estudo de 2013 na revista Obesidade descobriram que uma noite de sono ruim aumenta os hormônios da fome que fazem as pessoas comprarem alimentos com alto teor calórico.

6. Ligue o seu café.
Comece bem o dia com proteínas de qualidade para controlar a fome. Embale um pouco de proteína de soro de leite em pó de baunilha e jogue-o em sua bolsa de viagem, diz Keen. Quando você parar para tomar um café, adicione leite, mexa e misture 1/2 a 1 colher da proteína em pó.

7. Afaste-se da bebida.
Quer esteja em um jantar de negócios com clientes ou em uma recepção de conferência, escolha duas bebidas. O problema de passar por cima é que você não pensa com clareza com um zumbido, então é mais provável que se entupe com uma bandeja de aplicativos. Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que os caras consomem 433 calorias extras do álcool e da comida quando bebem. Concentre seus esforços na rede em vez de repelir seu quarto IPA.

8. Leia o menu da companhia aérea.
Você não precisa sobreviver a um longo voo com Jack e Coca e pretzels grátis sozinho. Muitas companhias aéreas agora oferecem caixas de proteína com húmus, azeitonas e biscoitos integrais, que fornecem um equilíbrio de proteína, gordura e carboidratos complexos, diz Keen.

9. Examine o buffet.
Em um cruzeiro ou em um hotel, os buffets oferecem uma quantidade infinita de comida que é frita, coberta com molho ou rica em carboidratos. Em vez disso, vá direto aos itens cheios de proteínas. Na barra de café da manhã continental, sua melhor escolha são os ovos. No jantar, visite a estação de esculpir com lombo de porco e combine com vegetais ou uma salada. Comer refeições ricas em proteínas pode mantê-lo satisfeito ao longo do dia e torná-lo menos propenso a chamar o serviço de quarto para pedir pizza tarde da noite, relata um estudo de 2011 da Universidade de Missouri.

10. Pratique a regra 'um e pronto'.
Você pode trapacear em sua dieta enquanto estiver na estrada, mas o café da manhã, o almoço e o jantar não precisam ser destruidores. Escolha um item de alto teor calórico por dia, como um sorvete de creme local para sobremesa. Coma, aproveite e siga em frente, diz Keen.

11. Beba mais água.
Sempre carregue um copo vazio ou uma garrafa de água de aço inoxidável com você e beba cerca de 8 onças de H2O a cada hora para evitar a desidratação. A sede muitas vezes se disfarça de fome, diz Keen.


11 regras para uma alimentação saudável na estrada

Quer você esteja saindo para uma viagem de negócios ou férias com sua namorada, sua dieta pode dar um mergulho. Entre paradas em fast food, grandes refeições em restaurantes e uma atitude geral de "eu-posso-comer-qualquer", o resultado geralmente é um pudim de férias que dura mais tempo do que você deseja. Siga estas orientações alimentares e você se divertirá na estrada, sem as consequências de longa data.

1. Planeje com antecedência.
Embale inteligente. Isso significa estocar alimentos adequados para viagens que são densos em nutrientes, não perecíveis e têm calorias sustentáveis, diz Rikki Keen, R.D., diretor de nutrição esportiva do Florida Hospital e consultor de atletas da NFL. Encha suas sacolas com lanches como carne seca, pedaços de chocolate amargo, nozes e pacotes individuais de manteiga de amendoim. Keen faz com que seus jogadores de futebol carreguem Barras de Homem das Cavernas porque são feitas principalmente de ingredientes saudáveis, como nozes, sementes e frutas secas.

2. Saiba para onde está indo.
Quando você estiver em uma nova cidade ou na estrada, evite parar na primeira lanchonete fast-food que vir assim que tiver fome. Keen recomenda o uso de um aplicativo como o AroundME enquanto você está a caminho de seu destino. Ele permitirá que você localize cadeias de restaurantes mais saudáveis, como Chipotle ou Sweet Tomatoes. (Aqui estão 4 cadeias que consertam fast food.)

3. Coma a cada 2 a 3 horas.
Não precisa ser muito - apenas um punhado de nozes ou frutas secas. Isso evita uma situação de cachorro-quente com tanta fome que comeu um posto de gasolina, diz Keen.

4. Leve seus verdes.
Olha, você provavelmente está mais focado em comer aquela famosa churrascaria do que em obter sua cota de sete porções de frutas e vegetais por dia, diz Mike Roussell, Ph.D., A saúde dos homens consultor de nutrição. Se for esse o caso, Roussell sugere trazer verduras em pó como Amazing Grass 'Amazing Meal para o passeio. Você pode comprar frutas e vegetais liofilizados em pequenos pacotes ou a granel e, misturá-los com smoothies ou farinha de aveia no café da manhã.

5. Estourar um suplemento importante.
Roussell recomenda tomar melatonina se você estiver viajando em outros fusos horários para ajudar a acertar o relógio interno mais rapidamente, para que você se aclimate melhor com o novo local. Do ponto de vista da perda de peso, um bom sono é a chave: Um estudo de 2013 na revista Obesidade descobriram que uma noite de sono ruim aumenta os hormônios da fome que fazem as pessoas comprarem alimentos com alto teor calórico.

6. Ligue o seu café.
Comece bem o dia com proteínas de qualidade para controlar a fome. Embale um pouco de proteína de soro de leite em pó de baunilha e jogue-o em sua bolsa de viagem, diz Keen. Quando você parar para tomar um café, adicione leite, mexa e misture 1/2 a 1 colher da proteína em pó.

7. Afaste-se da bebida.
Quer esteja em um jantar de negócios com clientes ou em uma recepção de conferência, escolha duas bebidas. O problema de passar por cima é que você não pensa com clareza com um zumbido, então é mais provável que se entupe com uma bandeja de aplicativos. Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que os caras consomem 433 calorias extras do álcool e da comida quando bebem. Concentre seus esforços na rede em vez de repelir seu quarto IPA.

8. Leia o menu da companhia aérea.
Você não precisa sobreviver a um longo voo com Jack e Coca e pretzels grátis sozinho. Muitas companhias aéreas agora oferecem caixas de proteína com húmus, azeitonas e biscoitos integrais, que fornecem um equilíbrio de proteína, gordura e carboidratos complexos, diz Keen.

9. Examine o buffet.
Em um cruzeiro ou em um hotel, os buffets oferecem uma quantidade infinita de comida que é frita, coberta com molho ou rica em carboidratos. Em vez disso, vá direto aos itens cheios de proteínas. No balcão de café da manhã continental, sua melhor opção são os ovos. No jantar, visite a estação de escultura com lombo de porco e combine com vegetais ou uma salada. Comer refeições ricas em proteínas pode mantê-lo satisfeito ao longo do dia e torná-lo menos propenso a chamar o serviço de quarto para pedir pizza tarde da noite, relata um estudo de 2011 da Universidade de Missouri.

10. Pratique a regra 'um e pronto'.
Você pode trapacear em sua dieta enquanto estiver na estrada, mas o café da manhã, o almoço e o jantar não precisam ser destrutivos. Escolha um item de alto teor calórico por dia, como sorvete de creme local para sobremesa. Coma, aproveite e siga em frente, diz Keen.

11. Beba mais água.
Sempre carregue um copo vazio ou uma garrafa de água de aço inoxidável com você e beba cerca de 8 onças de H2O a cada hora para evitar a desidratação. A sede muitas vezes se disfarça de fome, diz Keen.


11 regras para uma alimentação saudável na estrada

Quer você esteja saindo para uma viagem de negócios ou férias com sua namorada, sua dieta pode dar um mergulho. Entre paradas em fast food, grandes refeições em restaurantes e uma atitude geral de "eu-posso-comer-qualquer", o resultado geralmente é um pudim de férias que dura mais tempo do que você deseja. Siga estas orientações alimentares e você se divertirá na estrada, sem as consequências de longa data.

1. Planeje com antecedência.
Pacote inteligente. Isso significa estocar alimentos adequados para viagens que são densos em nutrientes, não perecíveis e têm calorias sustentáveis, diz Rikki Keen, R.D., diretor de nutrição esportiva do Florida Hospital e consultor de atletas da NFL. Encha suas sacolas com lanches como carne seca, pedaços de chocolate amargo, nozes e pacotes individuais de manteiga de amendoim. Keen faz com que seus jogadores de futebol carreguem Barras de Homem das Cavernas porque são feitas principalmente de ingredientes saudáveis, como nozes, sementes e frutas secas.

2. Saiba para onde está indo.
Quando você estiver em uma nova cidade ou na estrada, evite parar na primeira lanchonete fast-food que vir assim que tiver fome. Keen recomenda o uso de um aplicativo como o AroundME enquanto você está a caminho do destino. Ele permitirá que você localize cadeias de restaurantes mais saudáveis, como Chipotle ou Sweet Tomatoes. (Aqui estão 4 cadeias que consertam fast food.)

3. Coma a cada 2 a 3 horas.
Não precisa ser muito - apenas um punhado de nozes ou frutas secas. Isso evita uma situação de cachorro-quente com tanta fome que comeu um posto de gasolina, diz Keen.

4. Leve seus verdes.
Olha, você provavelmente está mais focado em comer aquela famosa churrascaria do que em obter sua cota de sete porções de frutas e vegetais por dia, diz Mike Roussell, Ph.D., A saúde dos homens consultor de nutrição. Se for esse o caso, Roussell sugere trazer verduras em pó como Amazing Grass 'Amazing Meal para o passeio. Você pode comprar frutas e vegetais liofilizados em pequenos pacotes ou a granel e, misturá-los com smoothies ou farinha de aveia no café da manhã.

5. Estourar um suplemento importante.
Roussell recomenda tomar melatonina se você estiver viajando em outros fusos horários para ajudar a acertar o relógio interno mais rapidamente, para que você se aclimate melhor com o novo local. Do ponto de vista da perda de peso, um bom sono é a chave: Um estudo de 2013 na revista Obesidade descobriram que uma noite de sono ruim aumenta os hormônios da fome que fazem as pessoas comprarem alimentos com alto teor calórico.

6. Ligue o seu café.
Comece bem o dia com proteínas de qualidade para controlar a fome. Embale um pouco de proteína de soro de leite em pó de baunilha e jogue-o em sua bolsa de viagem, diz Keen. Quando você parar para tomar um café, adicione leite, mexa e misture 1/2 a 1 colher da proteína em pó.

7. Afaste-se da bebida.
Quer esteja em um jantar de negócios com clientes ou em uma recepção de conferência, escolha duas bebidas. O problema de passar por cima é que você não pensa com clareza com um zumbido, então é mais provável que se entupe com uma bandeja de aplicativos. Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que os caras consomem 433 calorias extras do álcool e da comida quando bebem. Concentre seus esforços na rede em vez de repelir seu quarto IPA.

8. Leia o menu da companhia aérea.
Você não precisa sobreviver a um longo voo com Jack e Coca e pretzels grátis sozinho. Muitas companhias aéreas agora oferecem caixas de proteína com húmus, azeitonas e biscoitos integrais, que fornecem um equilíbrio de proteína, gordura e carboidratos complexos, diz Keen.

9. Examine o buffet.
Em um cruzeiro ou em um hotel, os buffets oferecem uma quantidade infinita de comida que é frita, coberta com molho ou rica em carboidratos. Em vez disso, vá direto aos itens cheios de proteínas. Na barra de café da manhã continental, sua melhor escolha são os ovos. No jantar, visite a estação de escultura com lombo de porco e combine com vegetais ou uma salada. Comer refeições ricas em proteínas pode mantê-lo satisfeito ao longo do dia e torná-lo menos propenso a chamar o serviço de quarto para pedir pizza tarde da noite, relata um estudo de 2011 da Universidade de Missouri.

10. Pratique a regra 'um e pronto'.
Você pode trapacear em sua dieta enquanto estiver na estrada, mas o café da manhã, o almoço e o jantar não precisam ser destruidores. Escolha um item de alto teor calórico por dia, como sorvete de creme local para sobremesa. Coma, aproveite e siga em frente, diz Keen.

11. Beba mais água.
Sempre carregue um copo vazio ou uma garrafa de água de aço inoxidável com você e beba cerca de 8 onças de H2O a cada hora para evitar a desidratação. A sede muitas vezes se disfarça de fome, diz Keen.


11 regras para uma alimentação saudável na estrada

Quer você esteja saindo para uma viagem de negócios ou férias com sua namorada, sua dieta pode dar um mergulho. Entre paradas em fast food, grandes refeições em restaurantes e uma atitude geral de "eu-posso-comer-qualquer", o resultado geralmente é um pudim de férias que dura mais tempo do que você deseja. Siga estas orientações alimentares e você se divertirá na estrada, sem as consequências de longa data.

1. Planeje com antecedência.
Embale inteligente. Isso significa estocar alimentos adequados para viagens que são densos em nutrientes, não perecíveis e têm calorias sustentáveis, diz Rikki Keen, R.D., diretor de nutrição esportiva do Florida Hospital e consultor de atletas da NFL. Encha suas sacolas com lanches como carne seca, pedaços de chocolate amargo, nozes e pacotes individuais de manteiga de amendoim. Keen faz com que seus jogadores de futebol carreguem Barras de Homem das Cavernas porque são feitas principalmente de ingredientes saudáveis, como nozes, sementes e frutas secas.

2. Saiba para onde está indo.
Quando você estiver em uma nova cidade ou na estrada, evite parar na primeira lanchonete fast-food que vir assim que tiver fome. Keen recomenda o uso de um aplicativo como o AroundME enquanto você está a caminho de seu destino. Ele permitirá que você localize cadeias de restaurantes mais saudáveis, como Chipotle ou Sweet Tomatoes. (Aqui estão 4 cadeias que consertam fast food.)

3. Coma a cada 2 a 3 horas.
Não precisa ser muito - apenas um punhado de nozes ou frutas secas. Isso evita uma situação de cachorro-quente com tanta fome que comeu um posto de gasolina, diz Keen.

4. Leve seus verdes.
Olha, você provavelmente está mais focado em comer aquela famosa churrascaria do que em obter sua cota de sete porções de frutas e vegetais por dia, diz Mike Roussell, Ph.D., A saúde dos homens consultor de nutrição. Se for esse o caso, Roussell sugere trazer verduras em pó como Amazing Grass 'Amazing Meal para o passeio. Você pode comprar frutas e vegetais liofilizados em pequenos pacotes ou a granel e, misturá-los com smoothies ou farinha de aveia no café da manhã.

5. Estourar um suplemento importante.
Roussell recomenda tomar melatonina se você estiver viajando em outros fusos horários para ajudar a acertar o relógio interno mais rapidamente, para que você se aclimate melhor com o novo local. Do ponto de vista da perda de peso, um bom sono é a chave: um estudo de 2013 na revista Obesidade descobriram que uma noite de sono ruim aumenta os hormônios da fome que fazem as pessoas comprarem alimentos com alto teor calórico.

6. Ligue o seu café.
Comece bem o dia com proteínas de qualidade para controlar a fome. Embale um pouco de proteína de soro de leite em pó de baunilha e jogue-o em sua bolsa de viagem, diz Keen. Quando você parar para tomar um café, adicione leite, mexa e misture 1/2 a 1 colher da proteína em pó.

7. Afaste-se da bebida.
Quer esteja em um jantar de negócios com clientes ou em uma recepção de conferência, escolha duas bebidas. O problema de passar por cima é que você não pensa com clareza com um zumbido, então é mais provável que se entupe com uma bandeja de aplicativos. Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que os caras consomem 433 calorias extras do álcool e da comida quando bebem. Concentre seus esforços na rede em vez de repelir seu quarto IPA.

8. Leia o menu da companhia aérea.
Você não precisa sobreviver a um longo voo com Jack e Coca e pretzels grátis sozinho. Muitas companhias aéreas agora oferecem caixas de proteína com húmus, azeitonas e biscoitos integrais, que fornecem um equilíbrio de proteína, gordura e carboidratos complexos, diz Keen.

9. Examine o buffet.
Em um cruzeiro ou em um hotel, os buffets oferecem uma quantidade infinita de comida que é frita, coberta com molho ou rica em carboidratos. Em vez disso, vá direto aos itens cheios de proteínas. Na barra de café da manhã continental, sua melhor escolha são os ovos. No jantar, visite a estação de escultura com lombo de porco e combine com vegetais ou uma salada. Comer refeições ricas em proteínas pode mantê-lo satisfeito ao longo do dia e torná-lo menos propenso a chamar o serviço de quarto para pedir pizza tarde da noite, relata um estudo de 2011 da Universidade de Missouri.

10. Pratique a regra 'um e pronto'.
Você pode trapacear em sua dieta enquanto estiver na estrada, mas o café da manhã, o almoço e o jantar não precisam ser destrutivos. Escolha um item de alto teor calórico por dia, como um sorvete de creme local para sobremesa. Coma, aproveite e siga em frente, diz Keen.

11. Beba mais água.
Sempre carregue um copo vazio ou uma garrafa de água de aço inoxidável com você e beba cerca de 8 onças de H2O a cada hora para evitar a desidratação. A sede muitas vezes se disfarça de fome, diz Keen.


11 regras para uma alimentação saudável na estrada

Quer você esteja saindo para uma viagem de negócios ou férias com sua namorada, sua dieta pode dar um mergulho. Entre paradas em fast food, grandes refeições em restaurantes e uma atitude geral de "eu-posso-comer-qualquer", o resultado geralmente é um pudim de férias que dura mais tempo do que você deseja. Siga estas orientações alimentares e você se divertirá na estrada, sem as consequências de longa data.

1. Planeje com antecedência.
Pacote inteligente. Isso significa estocar alimentos adequados para viagens que são densos em nutrientes, não perecíveis e têm calorias sustentáveis, diz Rikki Keen, R.D., diretor de nutrição esportiva do Florida Hospital e consultor de atletas da NFL. Encha suas sacolas com lanches como carne seca, pedaços de chocolate amargo, nozes e pacotes individuais de manteiga de amendoim. Keen faz com que seus jogadores de futebol carreguem Barras Caveman porque são feitas principalmente de ingredientes saudáveis, como nozes, sementes e frutas secas.

2. Saiba para onde está indo.
Quando você estiver em uma nova cidade ou na estrada, evite parar na primeira lanchonete fast-food que vir assim que tiver fome. Keen recomenda o uso de um aplicativo como o AroundME enquanto você está a caminho de seu destino. Ele permitirá que você localize cadeias de restaurantes mais saudáveis, como Chipotle ou Sweet Tomatoes. (Aqui estão 4 cadeias que consertam fast food.)

3. Coma a cada 2 a 3 horas.
Não precisa ser muito - apenas um punhado de nozes ou frutas secas. Isso evita uma situação de cachorro-quente com tanta fome que comeu um posto de gasolina, diz Keen.

4. Leve seus verdes.
Olha, você provavelmente está mais focado em comer aquela famosa churrascaria do que em obter sua cota de sete porções de frutas e vegetais por dia, diz Mike Roussell, Ph.D., A saúde dos homens consultor de nutrição. Se for esse o caso, Roussell sugere trazer verduras em pó como Amazing Grass 'Amazing Meal para o passeio. Você pode comprar frutas e vegetais liofilizados em pequenos pacotes ou a granel e, misturá-los com smoothies ou farinha de aveia no café da manhã.

5. Estourar um suplemento importante.
Roussell recomenda tomar melatonina se você estiver viajando em outros fusos horários para ajudar a acertar o relógio interno mais rapidamente, para que você se aclimate melhor com o novo local. Do ponto de vista da perda de peso, um bom sono é a chave: Um estudo de 2013 na revista Obesidade descobriram que uma noite de sono ruim aumenta os hormônios da fome que fazem as pessoas comprarem alimentos com alto teor calórico.

6. Ligue o seu café.
Comece bem o dia com proteínas de qualidade para controlar a fome. Embale um pouco de proteína de soro de leite em pó de baunilha e jogue-o em sua bolsa de viagem, diz Keen. Quando você parar para tomar um café, adicione leite, mexa e misture 1/2 a 1 colher da proteína em pó.

7. Afaste-se da bebida.
Quer esteja em um jantar de negócios com clientes ou em uma recepção de conferência, escolha duas bebidas. O problema de passar por cima é que você não pensa com clareza com um zumbido, então é mais provável que se entupe com uma bandeja de aplicativos. Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que os caras consomem 433 calorias extras do álcool e da comida quando bebem. Concentre seus esforços na rede em vez de repelir seu quarto IPA.

8. Leia o menu da companhia aérea.
Você não precisa sobreviver a um longo voo com Jack e Coca e pretzels grátis sozinho. Muitas companhias aéreas agora oferecem caixas de proteína com húmus, azeitonas e biscoitos integrais, que fornecem um equilíbrio de proteína, gordura e carboidratos complexos, diz Keen.

9. Examine o buffet.
Em um cruzeiro ou em um hotel, os buffets oferecem uma quantidade infinita de comida que é frita, coberta com molho ou rica em carboidratos. Em vez disso, vá direto aos itens cheios de proteínas. Na barra de café da manhã continental, sua melhor escolha são os ovos. No jantar, visite a estação de esculpir com lombo de porco e combine com vegetais ou uma salada. Comer refeições ricas em proteínas pode mantê-lo satisfeito ao longo do dia e torná-lo menos propenso a chamar o serviço de quarto para pedir pizza tarde da noite, relata um estudo de 2011 da Universidade de Missouri.

10. Pratique a regra 'um e pronto'.
Você pode trapacear em sua dieta enquanto estiver na estrada, mas o café da manhã, o almoço e o jantar não precisam ser destruidores. Escolha um item de alto teor calórico por dia, como um sorvete de creme local para sobremesa. Coma, aproveite e siga em frente, diz Keen.

11. Beba mais água.
Sempre carregue um copo vazio ou uma garrafa de água de aço inoxidável com você e beba cerca de 8 onças de H2O a cada hora para evitar a desidratação. A sede muitas vezes se disfarça de fome, diz Keen.


11 regras para uma alimentação saudável na estrada

Quer você esteja saindo para uma viagem de negócios ou férias com sua namorada, sua dieta pode dar um mergulho. Entre paradas em fast food, grandes refeições em restaurantes e uma atitude geral de "eu-posso-comer-qualquer", o resultado geralmente é um pudim de férias que dura mais do que você gostaria. Siga estas orientações alimentares e você se divertirá na estrada, sem as consequências de longa data.

1. Planeje com antecedência.
Embale inteligente. Isso significa estocar alimentos adequados para viagens que são densos em nutrientes, não perecíveis e têm calorias sustentáveis, diz Rikki Keen, R.D., diretor de nutrição esportiva do Florida Hospital e consultor de atletas da NFL. Encha suas sacolas com lanches como carne seca, pedaços de chocolate amargo, nozes e pacotes individuais de manteiga de amendoim. Keen faz com que seus jogadores de futebol carreguem Barras de Homem das Cavernas porque são feitas principalmente de ingredientes saudáveis, como nozes, sementes e frutas secas.

2. Saiba para onde está indo.
Quando você estiver em uma nova cidade ou na estrada, evite parar na primeira lanchonete fast-food que vir assim que tiver fome. Keen recomenda o uso de um aplicativo como o AroundME enquanto você está a caminho de seu destino. Ele permitirá que você localize cadeias de restaurantes mais saudáveis, como Chipotle ou Sweet Tomatoes. (Aqui estão 4 cadeias que consertam fast food.)

3. Coma a cada 2 a 3 horas.
Não precisa ser muito - apenas um punhado de nozes ou frutas secas. Isso evita uma situação de cachorro-quente com tanta fome que comeu um posto de gasolina, diz Keen.

4. Leve seus verdes.
Olha, você provavelmente está mais focado em comer aquela famosa churrascaria do que em obter sua cota de sete porções de frutas e vegetais por dia, diz Mike Roussell, Ph.D., A saúde dos homens consultor de nutrição. Se for esse o caso, Roussell sugere trazer verduras em pó como Amazing Grass 'Amazing Meal para o passeio. Você pode comprar frutas e vegetais liofilizados em pequenos pacotes ou a granel e, misturá-los com smoothies ou farinha de aveia no café da manhã.

5. Estourar um suplemento importante.
Roussell recomenda tomar melatonina se você estiver viajando em outros fusos horários para ajudar a acertar o relógio interno mais rapidamente, para que você se aclimate melhor com o novo local. Do ponto de vista da perda de peso, um bom sono é a chave: um estudo de 2013 na revista Obesidade descobriram que uma noite de sono ruim aumenta os hormônios da fome que fazem as pessoas comprarem alimentos com alto teor calórico.

6. Ligue o seu café.
Comece bem o dia com proteínas de qualidade para controlar a fome. Embale um pouco de proteína de soro de leite em pó de baunilha e jogue-o em sua bolsa de viagem, diz Keen. Quando você parar para tomar um café, adicione leite, mexa e misture 1/2 a 1 colher da proteína em pó.

7. Afaste-se da bebida.
Quer esteja em um jantar de negócios com clientes ou em uma recepção de conferência, escolha duas bebidas. O problema de passar por cima é que você não pensa com clareza com um zumbido, então é mais provável que se entupe com uma bandeja de aplicativos. Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que os caras consomem 433 calorias extras do álcool e da comida quando bebem. Concentre seus esforços na rede em vez de repelir seu quarto IPA.

8. Leia o menu da companhia aérea.
Você não precisa sobreviver a um longo voo com Jack e Coca e pretzels grátis sozinho. Muitas companhias aéreas agora oferecem caixas de proteína com húmus, azeitonas e biscoitos integrais, que fornecem um equilíbrio de proteína, gordura e carboidratos complexos, diz Keen.

9. Examine o buffet.
Em um cruzeiro ou em um hotel, os buffets oferecem uma quantidade infinita de comida que é frita, coberta com molho ou rica em carboidratos. Em vez disso, vá direto aos itens cheios de proteínas. Na barra de café da manhã continental, sua melhor escolha são os ovos. No jantar, visite a estação de esculpir com lombo de porco e combine com vegetais ou uma salada. Comer refeições ricas em proteínas pode mantê-lo satisfeito ao longo do dia e torná-lo menos propenso a chamar o serviço de quarto para pedir pizza tarde da noite, relata um estudo de 2011 da Universidade de Missouri.

10. Pratique a regra 'um e pronto'.
Você pode trapacear em sua dieta enquanto estiver na estrada, mas o café da manhã, o almoço e o jantar não precisam ser destrutivos. Escolha um item de alto teor calórico por dia, como sorvete de creme local para sobremesa. Coma, aproveite e siga em frente, diz Keen.

11. Beba mais água.
Sempre carregue um copo vazio ou uma garrafa de água de aço inoxidável com você e beba cerca de 8 onças de H2O a cada hora para evitar a desidratação. A sede muitas vezes se disfarça de fome, diz Keen.


11 regras para uma alimentação saudável na estrada

Quer você esteja saindo para uma viagem de negócios ou férias com sua namorada, sua dieta pode dar um mergulho. Entre paradas em fast food, grandes refeições em restaurantes e uma atitude geral de "eu-posso-comer-qualquer", o resultado geralmente é um pudim de férias que dura mais tempo do que você deseja. Siga estas orientações alimentares e você se divertirá na estrada, sem as consequências de longa data.

1. Planeje com antecedência.
Pacote inteligente. Isso significa estocar alimentos adequados para viagens que são densos em nutrientes, não perecíveis e têm calorias sustentáveis, diz Rikki Keen, R.D., diretor de nutrição esportiva do Florida Hospital e consultor de atletas da NFL. Encha suas sacolas com lanches como carne seca, pedaços de chocolate amargo, nozes e pacotes individuais de manteiga de amendoim. Keen faz com que seus jogadores de futebol carreguem Barras de Homem das Cavernas porque são feitas principalmente de ingredientes saudáveis, como nozes, sementes e frutas secas.

2. Saiba para onde está indo.
Quando você estiver em uma nova cidade ou na estrada, evite parar na primeira lanchonete fast-food que vir assim que tiver fome. Keen recomenda o uso de um aplicativo como o AroundME enquanto você está a caminho do destino. Ele permitirá que você localize cadeias de restaurantes mais saudáveis, como Chipotle ou Sweet Tomatoes. (Aqui estão 4 cadeias que consertam fast food.)

3. Coma a cada 2 a 3 horas.
Não precisa ser muito - apenas um punhado de nozes ou frutas secas. Isso evita uma situação de cachorro-quente com tanta fome que comeu um posto de gasolina, diz Keen.

4. Leve seus verdes.
Olha, você provavelmente está mais focado em comer aquela famosa churrascaria do que em obter sua cota de sete porções de frutas e vegetais por dia, diz Mike Roussell, Ph.D., A saúde dos homens consultor de nutrição. Se for esse o caso, Roussell sugere trazer verduras em pó como Amazing Grass 'Amazing Meal para o passeio. Você pode comprar frutas e vegetais liofilizados em pequenos pacotes ou a granel e, misturá-los com smoothies ou farinha de aveia no café da manhã.

5. Estourar um suplemento importante.
Roussell recomenda tomar melatonina se você estiver viajando em outros fusos horários para ajudar a acertar o relógio interno mais rapidamente, para que você se aclimate melhor com o novo local. Do ponto de vista da perda de peso, um bom sono é a chave: Um estudo de 2013 na revista Obesidade descobriram que uma noite de sono ruim aumenta os hormônios da fome que fazem as pessoas comprarem alimentos com alto teor calórico.

6. Ligue o seu café.
Comece bem o dia com proteínas de qualidade para controlar a fome. Embale um pouco de proteína de soro de leite em pó de baunilha e jogue-o em sua bolsa de viagem, diz Keen. Quando você parar para tomar um café, adicione leite, mexa e misture 1/2 a 1 colher da proteína em pó.

7. Afaste-se da bebida.
Quer esteja em um jantar de negócios com clientes ou em uma recepção de conferência, escolha duas bebidas. O problema de passar por cima é que você não pensa com clareza com um zumbido, então é mais provável que você se empanturre com uma bandeja de aplicativos. Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriram que os caras consomem 433 calorias extras do álcool e da comida quando bebem. Concentre seus esforços na rede em vez de repelir seu quarto IPA.

8. Leia o menu da companhia aérea.
Você não precisa sobreviver a um longo voo com Jack e Coca e pretzels grátis sozinho. Many airlines now offer protein boxes with hummus, olives, and whole-grain crackers, which provide a balance of protein, fat, and complex carbs, says Keen.

9. Scan the buffet.
On a cruise or in a hotel, buffets offer an unending amount of fare that's fried, covered in sauce, or heavy in carbs. Make a beeline to protein-packed items instead. At the continental breakfast bar, your best choice is eggs. At dinner, visit the carving station with pork tenderloin and pair with vegetables or a salad. Eating high-protein meals can keep you fuller throughout the day and make you less likely to call up room service for pizza late at night, reports a 2011 study from the University of Missouri.

10. Practice the 'one and done' rule.
You're allowed to cheat on your diet while on the road, but breakfast, lunch, and dinner don't all have to be gut-busting affairs. Pick one high-calorie item a day, like ice cream from that local creamery for dessert. Eat it, enjoy it, then move on, says Keen.

11. Drink more water.
Always carry an empty glass or stainless steel water bottle with you and drink about 8 ounces of H20 every hour to prevent dehydration. Thirst often masquerades as hunger, says Keen.


11 Rules for Eating Healthy on the Road

Whether you're heading out for a business trip or vacation with your girlfriend, your diet might take a dive. Between fast food stops, huge restaurant meals, and a general "I-can-eat-whatever" attitude, the result is often vacation pudge that lasts longer than you want. Follow these eating guidelines and you'll have a good time on the road, minus the longstanding consequences.

1. Plan ahead.
Pack smart. That means stocking up on travel-friendly grub that's nutrient-dense, non-perishable, and has sustaining calories, says Rikki Keen, R.D., director of sports nutrition at Florida Hospital and a consultant to NFL athletes. Fill your bags with snacks like beef jerky, dark chocolate chips, nuts, and individual peanut butter packets. Keen has her football players carry Caveman Bars because they're made of mainly wholesome ingredients like nuts, seeds, and dried fruit.

2. Know where you're going.
When you're in a new city or on the road, avoid stopping at the first fast-food burger joint you see as soon as you're hungry. Keen recommends using an app like AroundME while you're on your way to the destination. It will let you locate healthier restaurant chains, like Chipotle or Sweet Tomatoes. (Here are 4 Chains That Are Fixing Fast Food.)

3. Eat every 2 to 3 hours.
It doesn't have to be much&mdashjust a handful of nuts or dried fruit. This avoids a so-hungry-you-ate-a-gas-station-hot-dog situation, says Keen.

4. Carry your greens.
Look, you're probably more focused on hitting that famous BBQ joint than getting your quota of seven servings of fruits and vegetables a day, says Mike Roussell, Ph.D., Men's Health nutrition advisor. If that's the case, Roussell suggests bringing powdered greens like Amazing Grass' Amazing Meal along for the ride. You can buy the freeze-dried fruits and vegetables in small packets or in bulk and, mix them with smoothies or into oatmeal for breakfast.

5. Pop an important supplement.
Roussell advises taking melatonin if you're traveling across time zones to help reset your internal clock faster, so you get better acclimated to the new location. From a weight loss standpoint, good sleep is key: A 2013 study in the journal Obesity found that one night of poor sleep drives up hunger hormones that make people purchase high-calorie foods.

6. Power up your coffee.
Get your day started off right with hunger-taming, quality protein. Baggie up some vanilla whey protein powder and toss it in your go bag, says Keen. When you stop and get coffee, add milk, stir, then mix in 1/2 to 1 scoop of the protein powder.

7. Back off booze.
Whether you're at a business dinner with clients or a conference reception, stick with two drinks. The problem with going over is that you don't think clearly with a buzz, so you're more likely to stuff yourself with a tray of apps. A study in the American Journal of Clinical Nutrition found that guys consume an extra 433 calories from alcohol and food when they booze. Focus your efforts on networking instead of knocking back your fourth IPA.

8. Read the airline menu.
You don't have to survive a long flight on Jack and Coke and free pretzels alone. Many airlines now offer protein boxes with hummus, olives, and whole-grain crackers, which provide a balance of protein, fat, and complex carbs, says Keen.

9. Scan the buffet.
On a cruise or in a hotel, buffets offer an unending amount of fare that's fried, covered in sauce, or heavy in carbs. Make a beeline to protein-packed items instead. At the continental breakfast bar, your best choice is eggs. At dinner, visit the carving station with pork tenderloin and pair with vegetables or a salad. Eating high-protein meals can keep you fuller throughout the day and make you less likely to call up room service for pizza late at night, reports a 2011 study from the University of Missouri.

10. Practice the 'one and done' rule.
You're allowed to cheat on your diet while on the road, but breakfast, lunch, and dinner don't all have to be gut-busting affairs. Pick one high-calorie item a day, like ice cream from that local creamery for dessert. Eat it, enjoy it, then move on, says Keen.

11. Drink more water.
Always carry an empty glass or stainless steel water bottle with you and drink about 8 ounces of H20 every hour to prevent dehydration. Thirst often masquerades as hunger, says Keen.


11 Rules for Eating Healthy on the Road

Whether you're heading out for a business trip or vacation with your girlfriend, your diet might take a dive. Between fast food stops, huge restaurant meals, and a general "I-can-eat-whatever" attitude, the result is often vacation pudge that lasts longer than you want. Follow these eating guidelines and you'll have a good time on the road, minus the longstanding consequences.

1. Plan ahead.
Pack smart. That means stocking up on travel-friendly grub that's nutrient-dense, non-perishable, and has sustaining calories, says Rikki Keen, R.D., director of sports nutrition at Florida Hospital and a consultant to NFL athletes. Fill your bags with snacks like beef jerky, dark chocolate chips, nuts, and individual peanut butter packets. Keen has her football players carry Caveman Bars because they're made of mainly wholesome ingredients like nuts, seeds, and dried fruit.

2. Know where you're going.
When you're in a new city or on the road, avoid stopping at the first fast-food burger joint you see as soon as you're hungry. Keen recommends using an app like AroundME while you're on your way to the destination. It will let you locate healthier restaurant chains, like Chipotle or Sweet Tomatoes. (Here are 4 Chains That Are Fixing Fast Food.)

3. Eat every 2 to 3 hours.
It doesn't have to be much&mdashjust a handful of nuts or dried fruit. This avoids a so-hungry-you-ate-a-gas-station-hot-dog situation, says Keen.

4. Carry your greens.
Look, you're probably more focused on hitting that famous BBQ joint than getting your quota of seven servings of fruits and vegetables a day, says Mike Roussell, Ph.D., Men's Health nutrition advisor. If that's the case, Roussell suggests bringing powdered greens like Amazing Grass' Amazing Meal along for the ride. You can buy the freeze-dried fruits and vegetables in small packets or in bulk and, mix them with smoothies or into oatmeal for breakfast.

5. Pop an important supplement.
Roussell advises taking melatonin if you're traveling across time zones to help reset your internal clock faster, so you get better acclimated to the new location. From a weight loss standpoint, good sleep is key: A 2013 study in the journal Obesity found that one night of poor sleep drives up hunger hormones that make people purchase high-calorie foods.

6. Power up your coffee.
Get your day started off right with hunger-taming, quality protein. Baggie up some vanilla whey protein powder and toss it in your go bag, says Keen. When you stop and get coffee, add milk, stir, then mix in 1/2 to 1 scoop of the protein powder.

7. Back off booze.
Whether you're at a business dinner with clients or a conference reception, stick with two drinks. The problem with going over is that you don't think clearly with a buzz, so you're more likely to stuff yourself with a tray of apps. A study in the American Journal of Clinical Nutrition found that guys consume an extra 433 calories from alcohol and food when they booze. Focus your efforts on networking instead of knocking back your fourth IPA.

8. Read the airline menu.
You don't have to survive a long flight on Jack and Coke and free pretzels alone. Many airlines now offer protein boxes with hummus, olives, and whole-grain crackers, which provide a balance of protein, fat, and complex carbs, says Keen.

9. Scan the buffet.
On a cruise or in a hotel, buffets offer an unending amount of fare that's fried, covered in sauce, or heavy in carbs. Make a beeline to protein-packed items instead. At the continental breakfast bar, your best choice is eggs. At dinner, visit the carving station with pork tenderloin and pair with vegetables or a salad. Eating high-protein meals can keep you fuller throughout the day and make you less likely to call up room service for pizza late at night, reports a 2011 study from the University of Missouri.

10. Practice the 'one and done' rule.
You're allowed to cheat on your diet while on the road, but breakfast, lunch, and dinner don't all have to be gut-busting affairs. Pick one high-calorie item a day, like ice cream from that local creamery for dessert. Eat it, enjoy it, then move on, says Keen.

11. Drink more water.
Always carry an empty glass or stainless steel water bottle with you and drink about 8 ounces of H20 every hour to prevent dehydration. Thirst often masquerades as hunger, says Keen.


11 Rules for Eating Healthy on the Road

Whether you're heading out for a business trip or vacation with your girlfriend, your diet might take a dive. Between fast food stops, huge restaurant meals, and a general "I-can-eat-whatever" attitude, the result is often vacation pudge that lasts longer than you want. Follow these eating guidelines and you'll have a good time on the road, minus the longstanding consequences.

1. Plan ahead.
Pack smart. That means stocking up on travel-friendly grub that's nutrient-dense, non-perishable, and has sustaining calories, says Rikki Keen, R.D., director of sports nutrition at Florida Hospital and a consultant to NFL athletes. Fill your bags with snacks like beef jerky, dark chocolate chips, nuts, and individual peanut butter packets. Keen has her football players carry Caveman Bars because they're made of mainly wholesome ingredients like nuts, seeds, and dried fruit.

2. Know where you're going.
When you're in a new city or on the road, avoid stopping at the first fast-food burger joint you see as soon as you're hungry. Keen recommends using an app like AroundME while you're on your way to the destination. It will let you locate healthier restaurant chains, like Chipotle or Sweet Tomatoes. (Here are 4 Chains That Are Fixing Fast Food.)

3. Eat every 2 to 3 hours.
It doesn't have to be much&mdashjust a handful of nuts or dried fruit. This avoids a so-hungry-you-ate-a-gas-station-hot-dog situation, says Keen.

4. Carry your greens.
Look, you're probably more focused on hitting that famous BBQ joint than getting your quota of seven servings of fruits and vegetables a day, says Mike Roussell, Ph.D., Men's Health nutrition advisor. If that's the case, Roussell suggests bringing powdered greens like Amazing Grass' Amazing Meal along for the ride. You can buy the freeze-dried fruits and vegetables in small packets or in bulk and, mix them with smoothies or into oatmeal for breakfast.

5. Pop an important supplement.
Roussell advises taking melatonin if you're traveling across time zones to help reset your internal clock faster, so you get better acclimated to the new location. From a weight loss standpoint, good sleep is key: A 2013 study in the journal Obesity found that one night of poor sleep drives up hunger hormones that make people purchase high-calorie foods.

6. Power up your coffee.
Get your day started off right with hunger-taming, quality protein. Baggie up some vanilla whey protein powder and toss it in your go bag, says Keen. When you stop and get coffee, add milk, stir, then mix in 1/2 to 1 scoop of the protein powder.

7. Back off booze.
Whether you're at a business dinner with clients or a conference reception, stick with two drinks. The problem with going over is that you don't think clearly with a buzz, so you're more likely to stuff yourself with a tray of apps. A study in the American Journal of Clinical Nutrition found that guys consume an extra 433 calories from alcohol and food when they booze. Focus your efforts on networking instead of knocking back your fourth IPA.

8. Read the airline menu.
You don't have to survive a long flight on Jack and Coke and free pretzels alone. Many airlines now offer protein boxes with hummus, olives, and whole-grain crackers, which provide a balance of protein, fat, and complex carbs, says Keen.

9. Scan the buffet.
On a cruise or in a hotel, buffets offer an unending amount of fare that's fried, covered in sauce, or heavy in carbs. Make a beeline to protein-packed items instead. At the continental breakfast bar, your best choice is eggs. At dinner, visit the carving station with pork tenderloin and pair with vegetables or a salad. Eating high-protein meals can keep you fuller throughout the day and make you less likely to call up room service for pizza late at night, reports a 2011 study from the University of Missouri.

10. Practice the 'one and done' rule.
You're allowed to cheat on your diet while on the road, but breakfast, lunch, and dinner don't all have to be gut-busting affairs. Pick one high-calorie item a day, like ice cream from that local creamery for dessert. Eat it, enjoy it, then move on, says Keen.

11. Drink more water.
Always carry an empty glass or stainless steel water bottle with you and drink about 8 ounces of H20 every hour to prevent dehydration. Thirst often masquerades as hunger, says Keen.